Acompanhe as novidades

Conheça a cirurgia de reconstrução da face

Publicado em 11/09/2017Conheça a cirurgia de reconstrução da face

A cirurgia de reconstrução da face pode corrigir traumas que afetam pele, gordura, músculos e nervos, além de fraturar os ossos. Essa condição é mais comum entre jovens e normalmente resulta de ferimentos provenientes de acidentes automobilísticos, agressões, quedas e traumas esportivos.

Para prevenir a destruição óssea e a gravidade de fraturas, é fundamental entender o tipo de trauma e sua intensidade, recorrendo ao médico especialista nesse tipo de procedimento. Para saber mais sobre a cirurgia de reconstrução da face, continue lendo

Como é realizada a cirurgia de reconstrução da face 

Através do exame físico dos ferimentos e da tomografia computadorizada, dependendo da fratura, é feito o primeiro passo. Nesse momento ocorre o tratamento que objetiva a correção das lesões, devolvendo a forma original do rosto, na medida do possível.

Primeiro são tratadas as lesões vitais e depois é realizado o tratamento dos ferimentos e fraturas. O paciente recebe a anestesia, que pode ser local ou geral, e então o médico faz a limpeza exaustiva da lesão e sutura. Os ossos quebrados são restaurados, normalmente, utilizando mini placas e parafusos de titânio.

Principais lesões da face 

  • Ferimentos simples da face (pele, gordura e músculos)
  • Lacerações de estruturas importantes (lábios, nariz, pálpebras e orelhas)
  • Lacerações com perda de tecido
  • Lacerações em estruturas profundas (nervos, ductos de saliva e lágrima)
  • Fraturas dos maxilares e órbita
  • Lesões craniofaciais (crânio, base do crânio e esqueleto facial)

Possíveis complicações e pós-operatório 

Na cirurgia de reconstrução da face, é comum aparecer hematomas e raramente necessitam de drenagem. Como o risco varia de acordo com a gravidade do trauma, em casos mais graves pode ser necessário adiar o tratamento até o paciente estar estável.

A permanência no hospital e a evolução pós-operatória variam segundo a gravidade dos ferimentos e, na maioria dos casos de fratura, os pacientes retornam às suas atividades habituais em 15 dias. Os pontos são retirados com 10 a 15 dias.

Para saber mais sobre a cirurgia de reconstrução da face e conhecer outros procedimentos, fale com o Dr. Petrônio Fleury. Envie sua dúvida pelo site ou marque uma consulta.